segunda-feira

Escola real



Todos os dias, saímos munidos de nossa bagagem
levando na mochila, experiências, certezas e sabedoria
mas por mais que nos achemos preparados
na escola da vida, é sempre o primeiro dia

Joakim Antonio


Imagem: First day by TimelessImages

sexta-feira

Contra tempos



Contra tempo frio
é dia de futebol
cadê meu Sol

Contra tempo quente
passeando sem camisa
cadê minha brisa

Contra tempo úmido
nuvens vivem malucas
cadê meu guarda-chuva

Contra tempo seco
por raios e trovões
cadê meu São Pedro

E a natureza
contra o vidro
pinta tempos coloridos

Joakim Antonio



Imagem:  Rain by GhostlyGoblin

quinta-feira

Bem vinda


Às vezes, a estação se anuncia, mandando batedores. Hoje o vento se revoltou, a chuva ameaçou, e os pingos, valentes, se desvaneciam antes mesmo de chegar ao chão. A chuva precede a estação anunciada, abriram-se as cortinas e irá começar o espetáculo. Faltam apenas mais três dias, mas desde já, seja bem vinda!

Joakim Antonio


Imagem: When comes the rain by A_Yellow_Babycake

terça-feira

Contra a tempestade


Você aprende a nadar contra a maré, navegar contra o vento, voar além. Mesmo assim não está seguro, pois a qualquer hora, eles vêm, todos juntos. Mesmo com todo seu conhecimento, até que a tempestade passe, você precisa se agarrar a algo mais.


Joakim Antonio



Photo: “Splashing” by Shikhei Goh

domingo

Falso sumiço


Pai, pai, está sonhando acordado?

Não filho, estou relembrando.

O quê, conta, conta.
 
Diz a lenda, que foi nessa praia, ele caminhou até a margem, despiu-se das roupas antigas, olhou o horizonte sem medo, deu um sorriso e entrou no mar.

E depois pai, e depois.

Nunca mais foi visto.

Ele morreu?

De certa forma, sim.

Como assim, ninguém viu ele voltar, ele sumiu?

Não, mas dizem que naquela noite, choveram estrelas.

Então ele morreu, né pai, se o céu chorou por ele.

Quem sabe, ou talvez, entenderam tudo errado.

Por quê?

Porque ele era poeta.

Humm, e daí, não to entendendo nada.

Quando o poeta fala de roupas, muitas vezes que dizer ideias e quando fala de horizonte, pode querer dizer futuro, assim como seu mar, geralmente, é feito de sonhos.

Nossa, como o senhor sabe de tudo isso?

Porque um dia, eu li seus escritos e nós éramos tão parecidos, que eu achei, por um tempo, que também era poeta. Através dos livros, ele me revelou que quando o poeta sorri, não é porque vai sumir e sim, porque, finalmente se encontrou.

E o senhor nunca falou com ele pessoalmente?

Muitas, mas eu era muito pequeno e só lembro da nossa última conversa e... Ah, já escureceu, vamos embora?

Mas, pai, e a conversa, eu quero saber.

Eu disse para ele; "Poeta, eu quero ser igual você, ter o dom de fazer chover estrelas e, mais que isso, te fazer sorrir!".

E o que ele respondeu?

"Não sei quanto a chover estrelas, mas já tem, há muito, o dom de me fazer sorrir, isso acontece toda vez que em vez de me chamar de poeta, você me abraça e fala, PAI."

Então o poeta era meu vô?

Era.
 
Chora não pai, eu sei que o senhor também é poeta.

É - limpando os olhos - como filho?

Olha lá pra cima, tá chovendo estrelas de novo.


Joakim Antonio



Imagem: Living or dying by Eyesweb1

quinta-feira

Boca no mundo


Há momento para tudo. De planejar, calar, e de colocar a boca no mundo. Dizer a que veio, sem medo, mesmo usando diversos clichês. Há também o grande momento, de anunciar às quatro direções, e a plenos pulmões, quem é você.



Joakim Antonio




Imagem: Voice by P0RG

segunda-feira

Saturação



"Às vezes, o copo já está cheio, e continuamos a chover."


Joakim Antonio



Imagem original: Intensity by lciam

quarta-feira

Olhadela


Ganhara do destino um presente: as chaves do seu futuro. No começo achou que não serviam de nada, pois a cada porta aberta, via apenas o começo da estrada. Não sabia também o porquê, mas logo percebeu que a cada passo surgia uma nova porta para escolher. Olhou para o destino, que sorriu com o canto da boca, ao passo que sorriu de volta, ao entender. Não há futuro certo e a maior prova, é que o destino estava com ele, do mesmo lado da porta.


Joakim Antonio




Imagem: Vintage III by Oriontrail

terça-feira

Pagar para ver


Há certeza quando anda-se junto. Ao andarmos sozinhos, o mundo se agiganta, as encruzilhadas aumentam e o desconhecido nos encara, olho no olho. Mas como toda criança, ao encontrar novo caminho, continuamos andando; e mesmo sem saber o que há no final, não pensamos no que irá acontecer. Queremos o presente, e pagamos para ver.


Joakim Antonio



Imagem: The journey by Jimmyjam75

segunda-feira

Chá globalizado




De cama, andei pensando. Há muito, tudo, e até meu chá, já era globalizado. O limão se originou na Pérsia, a canela no Sri Lanka, o guaco é do Sul do Brasil e, cravo e açúcar, da Índia. Gosto mais de remédios naturais, mas como não convém desrespeitar os sábios, e Hipócrates já dizia; nada melhor, contra gripe e dores, que a casca do salgueiro, ou como a conhecemos já industrializada, a aspirina.

Mas o que eu queria saber mesmo, mais do que a origem, é como expulsar rápido essa amante ingrata, a gripe, da minha cama.


Joakim Antonio





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...