sexta-feira

O Carro



Nem sempre carruagem
nem bela montaria
sem eterna riqueza
ou pobreza contínua

Talentos recebidos
práticas estabelecidas
despertar do retorno
viagem ao desconhecido

Imagens surreais
pela janela da alma
proteções certas
sensações concretas

Contemplação é lei
histórias repassadas
êxitos legítimos
triunfos reconhecidos

Grandes tropeços
perda do controle
contos perdidos
calúnias e elogios

Conciliações do ser
trazendo sabedoria
cansaço nas dores
repouso nas alegrias

Liberto do orgulho
o carro transforma-se
plebeu desperta real
ajuda torna-se lógica

Tudo virou conceito
nada mais é fixo
a ilusão do tempo
ficou pelo caminho


Joakim Antonio



Photo: Joy at the end of the run by Wei Seng Chen
Award-winning photographer 2013 photo contest - World press photo 2013

terça-feira

Os Enamorados






Escolhas feitas
pudores desfeitos
encontro causal
pecados aceitos

O cupido alerta
escolhe a perfeita
e mais pontiaguda
das 24 setas

Iluminados pelo sol
do livre arbítrio
enxergam o caminho
além do abismo

Há provas certas
horas de abraços
momentos de luto
passos combinados

Zelo constante
aspirações belas
iminência do outro
novas esperas

Saber e desejos
num sexto sentido
o todo esperado
depois do paraíso


Joakim Antonio


Imagem: Lovers by Nutti

quarta-feira

O Hierofante


Olhos cerrados
vontade centrada
na tela da mente
respostas coerentes

Num aperto de mão
ou abraço amigo
reconhece indícios
de novos caminhos

Sua maestria
fez dele um Papa
das leis e símbolos
fora dos livros

Vive a visão
do que não é
fora dos dogmas
mas centrado na fé

Sua palavra
quando absorvida
fere e afaga
na mesma medida

Alegra o igual
cala o desconfiado
incita o novo
ouvindo a todos

Mas é apenas
mais um que aprendeu
louva-se o irado repetir
descarta-se a paz do eu

Joakim Antonio


Imagem: Old Man by Chailette

quinta-feira

O Imperador



Duro na batalha
inflexível nos princípios
coração pleno de coragem
ante incertezas do abismo

Ruma ao fim do mundo
se necessário for
traz experiências no rosto
medalhas de branca cor

No seu guia interior
quatro caminhos do ser
agir, meditar
adaptar e vencer

Inicia as caminhadas
hoje ciente do porquê
valores postos em prática
honram seu modo de ser

Constrói sobre a pedra
que ele mesmo lapidou
castelo das vontades
que seu coração acreditou

Buscando sempre o sol
nada pode impedi-lo
suas dúvidas e escuridão
atravessa com sigilo

Então o que nos mostra
foi criado ontem
refletindo no agora
nosso carvão ou diamante

Sua força impera
quando está em guerra
mas se torna infinita
quando está em paz

Seu título: Imperador de si


Joakim Antonio



Imagem: 1909 | CANADA - A National Geographic financiou, em 1909, a expedição do Comandante Robert E. Peary ao Polo Norte. Quer Peary e seu assistente, Matthew Henson, chegassem ou não ao Polo, eles chegaram mais perto desse objetivo do que ninguém antes deles. (Foto © Robert E. Peary coleção, NGS - 125 anos de National Geographic)

A Imperatriz


Senhora do verbo
sobre as eras
divina representante
criadora e criatura
de luz

Não possui trono
mas sim lugar
usando e revelando
máscaras frágeis
de dor

Sempre protegida
águia é escudo
trazendo e ofertando
visão aguçada
do ser

Voz encantadora
vibrando o momento
doce ou amargo
reflexo vindouro
do outro

Refém do prazer
que há no poder
de ser feliz
fiel retrato
da Imperatriz


Joakim Antonio



Photo by Katarzyna Rzeszowska

sexta-feira

A Sacerdotisa




Sabe seus segredos
e te encara
sem medo

Viu sua alma
nua e impura
e entrou

Mulher do paradoxo
senhora já foi
menina é

Brilhando como a lua
da cabeça
aos pés

Em suas mãos
a lei exposta
como flor

Leva a dor embora
trazendo à tona
todos os tons

Não importando se
bem ou mal
lhe quer

Senhora de sabedoria
menina sacerdotisa
mulher

Ela chega e te enfeitiça
Usando magia?
Nem precisa...

Joakim Antonio


Photo by Justin Grant

domingo

O Mago



Vive o mundo
Com visão desperta
Palavras pronunciadas
Emoções táteis

Ora sozinho
Para o desavisado
Confabulando histórias
Desenhos traçados

Toca o nada
Remodelando o todo
Onde há espaços
Cria mundos

Aceita a natureza
Respeitando sua fera
Diante portas fechadas
Chaves certas

No livro da vida
Ele traça sua história
De escolhas acertadas
Verdades transitórias

Joakim Antonio



Imagem: Book of life by Rajendra Nikam 

terça-feira

O louco




Há um louco começando a caminhar
Não conhece destino nem lugar
Anda alegremente entre ruas
Cabeça no mundo da Lua
Coração quente como o Sol

É energia em estado puro
Poeira de estrelas
Riso espontâneo e solto
Contaminando outros
Despertando vontades

Dança sem medo de olhares
Cada caminho uma aventura
Despertando paixões insanas
Loucas para os realistas
Concretas para quem sonha

Vive perto do abismo
A um passo da queda
Sendo constantemente salvo
Por outra energia pura
Que veio com ele se completar


Joakim Antonio


Imagem: Man by James Cole

Esboço



Pele
Epiderme
Epitélio multiestratificado

Tinta
Pigmentos
Sólidos granulados

Pincel
Instrumento
Filamentos fixados

Desenho
Movimentos
Desejos pictografados


Joakim Antonio



Photo by Lali Perrault

domingo

Reserva especial




Coloque-o sobre a folha branca, como parte de um pequeno ritual, pegue uma caneta e olhe para ele durante um tempo. Sem retirar a rolha, veja a cor, imagine o sabor e sinta o ar mudar imediatamente, exalando leve perfume, vindo do frasco transparente.

Dentro desse frasco há a bebida usada pelos que enfrentam a folha branca diariamente, dos que compõem músicas, pintam quadros, fazem esculturas, dos que trazem para o mundo tudo de belo que já foi, é e ainda será concretizado.

Dentro desse frasco, há o incriado.


Joakim Antonio



Imagem: Bottle meme blank by Lutheromight

quinta-feira

Kaos



Escrevendo sem postar, 
posts On-demand, 
escritos Off-road;

palavras [presas] 
em folhas 
s   o   l   t   a   s 

não há mais 
O   D 
r  e  M

Mas poesia, 
também é caos.


Joakim Antonio






Imagem: Caos by Agnes Cecile

quarta-feira

Respeito, Amor e Paz



Se te afasta do amor
Te joga na dor
Prega o preconceito
Contra cor, classe
Raça?!!? Não somos todos humanos?
Mais de 7 bilhões de manos

Se mexe com seu direitos
Assim como transformaram
Os gays, nos novos pretos
Com novas senzalas, Palmares, guetos
Só não vê quem não sofre mais
Liberto pela lei, do ventre livre $ocial

Se costuma esconder-se
Atrás de uma benção, ciência
Passe, unção, hóstia, mantra, ordem
Costas largas, músculos, armas, dinheiro
Textos sagrados e frases, escolhidas a dedo
- A um ainda vale, a sete não usamos mais
Esqueça o que eu faço, veja como eu grito mais

Se leva ao ódio e aversão
Diz quase sempre guerra e quase nunca paz
Aumenta tanto o medo, que leva amantes da paz
Que transformavam inimigos, se armar até contra amigos
Do lado daqui, do lado de lá
Aumentando cada vez mais a tensão

Não se engane irmão
Sem amor

Não-É-Deus-Não


Joakim Antonio


Imagem: http://rapemcartaz.wix.com/colecartaz Conheça, espalhe, colabore!

quinta-feira

Amor concentrado





Tudo azul

Sensações
Clima
Vestes

Não há prosa
nem rosas

Outono rubro
nem lusco-fusco

Entre tons
quase bruscos
dos leves contornos

Conformação

O som
não é cheio
alegre ou triste

Mas tudo é blues


Joakim Antonio





Imagem: True love blue by Werol

sexta-feira

Hermenêutica




DO

A
AR
ARAR
ARARAR
ARARAR                 ARARAR
ARARARARAR
ARARARARARAR
ARARARARARARAR
ARARARARARARARAR
ARARARARARARARARAR


O


p o e t a

retira poesia 

CONCRETA




Joakim Antonio




quarta-feira

Esquerda



Observava a mão e suas sutilezas, não encontrando o porquê, da mão direita amanhecer esquerda. Ao pegar a pena, derrubou a tinta como fizera diversas vezes, mas o desenho que se formou o intrigou, uma seta apontado outra direção.

Amassou, descartou e recomeçou.

Pegou outra folha intacta e a sentiu meio áspera, tentou escrever alegria, mas nada surgia, pois a mão sem controle algum, nada escrevia. Deixou ela correr livremente e os rabiscos, formaram um arabesco de flores negras.

Rasgou, descartou e recomeçou.

A mão estava tão diferente que pensou, naquele dia, literalmente ter errado a mão. Rapidamente puxou outra folha e novamente foi nonsense o que aconteceu, a folha lhe cortou a mão. Um filete escorreu pela gilete de papel, formando uma cumulonimbus em um branco céu.

Dobrou, guardou e recomeçou.

Se a nova mão trazia tempestade, só restava a ele aprender a lidar com ela e os novos tempos. Estranhamente, ao aceitar a nova diretriz, o controle da mão voltou. Ela continuava esquerda, mas agora sabia não haver apenas uma direção.  

Pegou outra folha e começou a traçar uma nova história.


Joakim Antonio



Imagem: Hand by Dead-beat-nick

segunda-feira

Convidado




Seu beijo era doce, com um toque de descoberta, um instante de água em pleno deserto. Seus lábios entreabertos, demonstravam sede de saber, querendo conhecer uma nova língua. Sua pele, mudava o tom, revelando desejos. Seu corpo me convidava, e sempre educado, aceitei o convite para entrar.

Joakim Antonio



Imagem: Lips 2 by Rtanlovelacephoto

domingo

Chegada







Acenda o fogo
Esqueça o lobo
Aceite a morte
Afaste o corvo
Saia da água
Viva de novo
Firme na terra
O tigre chegou 


Joakim Antonio




terça-feira

Card - Despertar



Amanheceu com algo no peito, totalmente diferente do que conhecia, quando abriu a boca para contar, só saíram poesias.

Joakim Antonio




Do texto Despertar II, publicado em 03/07/2011

Presente da amiga Margot Vidal

quinta-feira

Card - Bebendo à literatura






Uma crônica com uísque
um texto sensual com vinho
antes dum conto de amantes
uma boa dose de absinto

Uma prosa, um belo chope
um poema com licor
para um conto de cordel
uma cachaça por favor

Um haikai pede um saquê
contos de espionagem, vodka
Rum para histórias de piratas
mas não passe de uma garrafa

Cada escrito uma bebida
acompanha o seu leitor 
que morre de curiosidade
sobre a bebida do escritor

Joakim Antonio




Do texto Bebendo À literatura, publicado em 10/02/2011 no blog Descortinamento Mental

Presente da amiga Margot Vidal

quarta-feira

Card - Outros olhos




Não se incomode,
não olho no fundo 
dos teus olhos para intimidar. 
É que ainda tenho 
essa mania estranha, 
de conhecer o mundo, 
através de outro olhar.

Joakim Antonio





Do texto Outros Olhar, publicado em 02/12/12 23:59

Presente da amiga Jułiαηα Criveletto


segunda-feira

Esconde-esconde





Não olhe pro chapeleiro

malucos não têm segredos

o mecanismo do universo

mora no bolso do coelho.


Joakim Antonio





sexta-feira

Lei rígida




Doravante, nem o sonhador iniciante será poupado, pois abandonar o sonho é trair a humanidade. Será levado e julgado. Reformulações serão atenuantes, esperar momentos certos, agravantes. Se considerado culpado, deverá cumprir a sentença imediatamente, começando ali mesmo, na frente de todos.

Será condenado, a sonhar de novo!

Joakim Antonio


Imagem: Dreaming Flowers by Creative Lens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...